PDF Imprimir E-mail

 

alt

Enisete Malaquias ( Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ) é bibliotecária, formada em 1994 nas Faculdades Integradas Teresa d'Ávila - FATEA, com especialização em Planejamento e Gerenciamento de Sistemas Automatizados de Informação. Atualmente trabalha como supervisora de bibliotecas escolares do Sistema SESI /SP (Serviço Social da Indústria - São Paulo), na Diretoria de Educação Básica. Sua função é supervisionar a rede de Bibliotecas Escolares do Estado de São Paulo que conta, atualmente, com 58 bibliotecas. Sete bibliotecas, em média, têm sido implantadas por ano, considerando uma rede de 176 escolas. Enisete considera que a função da Biblioteca Escolar é interagir com a equipe docente no desenvolvimento de atividades pedagógicas, facilitando, integrando e dinamizando o processo de ensino e aprendizagem, formando cidadãos leitores críticos e reflexivos e desenvolvendo competências de acessar, localizar, utilizar, produzir e avaliar informação, utilizando adequadamente os recursos informacionais. Segundo Enisete, o bibliotecário desenvolve um trabalho diferente do professor. E exemplifica: "O trabalho do bibliotecário é focado na sua formação de auxiliar o processo de pesquisa escolar, possibilitando aos alunos desenvolver competências de como usar os recursos informacionais. Assim o professor é o responsável pelo desenvolvimento do tema e o bibliotecário pela estruturEnisete Malaquias


Sistema SESI/SP
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
(Junho 2007)ação da pesquisa, visando o acesso à informação através de diferentes fontes e recursos".